O diagnóstico de disfunção erétil vai muito além da descoberta de ausência de ereção para o ato sexual. Ao chegar ao consultório o paciente já tem conhecimento sobre sua dificuldade, porém, determinar a queixa não é suficiente para estabelecer o processo de tratamento. Antes é necessário realizar o que chamamos de avaliação psicológica das disfunções sexuais, um processo sistematizado e específico sobre fatores psicológicos e sexuais. Esta avaliação envolve Entrevista Estruturada e a utilização de Instrumentos de Avaliação Psicológica (escalas, testes e questionários), que ajudam a compreender a queixa trazida pelo paciente e a definir um diagnóstico. Além disso, cada psicólogo possui características individuais que influem diretamente em seu acolhimento e no estabelecimento de vínculo psicoterapêutico desde a entrevista inicial. Aqui apresentamos didaticamente um modelo psicológico para o diagnóstico clínico das disfunções sexuais.

 

Título: Avaliação psicológica das disfunções sexuais  

Autores: Ítor Finotelli Jr.; Fernanda Robert C. S. Silva

Palavras-Chave: avaliação psicológica; disfunções sexuais; psicoterapia sexual

Categoria: Texto em Jornal ou Revista (Magazine)

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Psicoterapia Sexual® por Dinamicsite 2011 - 2017