O Inventário de Depressão de Beck (BDI) é descrito na atualidade como um dos principais instrumentos clínicos para identificação de sintomas depressivos. Desde sua última revisão em 1996, os estudos de validação crescem progressivamente quando novas populações são estudadas. Encontram-se na literatura estudos de casos de pacientes com queixas sexuais, entretanto não existe estudo de validação que dimensione para uso nesses pacientes. Este estudo teve por objetivo validar fatorialmente o BDI em amostra de pacientes com queixas sexuais. Procedeu-se à avaliação por meio do método de Análise Fatorial com Informação Completa, método que trabalha com vetores de resposta ao item, invés de correlações; ideal para dados categóricos. Compuseram a amostra 255 pacientes (80% homens e 20% mulheres) submetidos a processo de psicoterapia em clínica especializada no tratamento de queixas sexuais. Os dados coletados foram tabulados e analisados pelos programas SSPS15 e TESTFACT4.  Os resultados demonstraram bom índice de consistência interna pela técnica Kuder-Richardson; não foram encontradas diferenças significativas por teste t de Student, nos escores de graus de depressão quanto ao sexo. Dada essas condições, a análise fatorial empregada com rotação promax apresentou uma estrutura bidimensional bem ajustada com cargas fatoriais muito significantes que explicaram 42% da variância total. Ao considerar esses índices pelas dimensões obtemos 31% e 11% para primeira e segunda, respectivamente. Ressalta-se que o item 8 (Auto-Acusações) ajustou-se com carga fatorial considerável nos dois fatores. As duas estruturas correlacionaram-se positivamente moderada. Conforme indicado pela literatura, modelos uni e tridimensional também foram testados, todavia não cumpriram adequadamente o critério de cargas fatoriais. A matriz tetracórica indicou possibilidade de uma estrutura unidimensional com a exclusão de alguns itens. A estrutura encontrada é semelhante a outras, propostas por estudos de validação fatorial. Sugerem-se outros estudos que complementem e ampliem a discussão da estrutura do instrumento, tão restritas a literatura internacional.

 

Título: Inventário de Depressão de Beck (BDI): validação fatorial em pacientes com queixas sexuais

Autores: Ítor Finotelli Jr.; Fernanda Robert de Carvalho Santos Silva; Oswaldo Martins Rodrigues Jr.; Diego Henrique Viviani
Palavras-Chave: inventário beck de depressão; depressão; análise fatorial; disfunções sexuais
Categoria: Trabalhos publicados em eventos científicos

 

Referência: Finotelli Jr., I., Silva, F. R. C. S., Rodrigues Jr., O. M., & Viviani, D. H. (2009). Inventário de Depressão de Beck (BDI): validação fatorial em pacientes com queixas sexuais. Trabalho apresentado no IV Congresso Brasileiro de de Avaliação Psicológica. Resumo de Painéis, Campinas, 344-344.


Psicoterapia Sexual® por Dinamicsite 2011 - 2017