Atualmente existe uma crescente consideração de possibilidades de variação entre os gêneros estabelecidos pela sociologia enquanto categoria de classificação de expressões sociais e psicológicas. A definição de Crossdresser (CD) implica vestir-se com as roupas designadas para o gênero oposto, sem assumir publicamente essa identidade. O comportamento característico de um CD é chamado de crossdressing que consiste no uso sistemático ou eventual, classificado como meramente uma ação sem causar efeito social ou afetivo a partir desse fenômeno em si. Em simples palavras, é homem, que por alguma razão, gosta, deseja, ama, adora e tem verdadeira loucura na prática da arte de se vestir como mulher, sem necessariamente ser homossexual, podendo até ser casado, levando uma vida normal masculina e tendo, geralmente, uma vida clandestina como mulher. O objetivo dessa pesquisa é investigar por meio do Inventário Fatorial de Personalidade (IFP) as características de personalidade presentes numa amostra de autodenominados praticantes de crossdressing. Será utilizado também um questionário e uma entrevista semi-estruturada que possibilitará a autodescrição da prática. Uma associação de Crossdresser disponibilizará acesso, convidando a participar da pesquisa via lista de e-mails da própria instituição. Caso desejem contribuir com estudo deverão comparecer nas reuniões pré-estabelecidas para coleta dos dados. Um termo de Consentimento Livre Esclarecido será empregado para esclarecer e proteger os sujeitos quanto sua participação. Ao concordarem com participação, o IFP, um questionário e uma entrevista semi-estruturada serão realizadas individualmente com cada sujeito pelos pesquisadores. Depois de realizadas as entrevista, a avaliação do IFP será feita de modo padronizado e associadas aos outros dados coletados. As análises serão discutidas pelos pesquisadores de maneira a estabelecer fatores predominantes de personalidade para o grupo de Crossdresser

 

Título: Cross-dresser compreensões

Autores: André Bertoldi; Oswaldo Martins Rodrigues Jr.; Ítor Finotelli Jr.

Palavras-Chave: crossdresser; personalidade; inventário fatorial de personalidade; práticas sexuais; comportamento sexual

Categoria: Trabalhos publicados em eventos científicos

 

Referência: Bertoldi, A., Rodrigues Jr., O. M., & Finotelli Jr., I. (2009). Cross-dresser compreensões. Trabalho apresentado no XII Congresso Brasileiro de Sexualidade Humana. Anais do XII Congresso Brasileiro de Sexualidade Humana, Foz do Iguaçu, 59-59.


Psicoterapia Sexual® por Dinamicsite 2011 - 2017