A tecnologia para o tratamento da AIDS possibilitou torná-la doença crônica, afetando a todos sem distinção de raça, classe social ou orientação sexual. Atualmente se melhor qualidade de vida para as pessoas que vivem com o HIV. A satisfação sexual enquanto componente da qualidade vida para pessoas que vivem com HIV/AIDS ainda é um tema pouco explorado; num primeiro momento, quando do diagnóstico, é alta a percentagem de sujeitos que apresentam alguma dificuldade sexual; à medida que o sujeito se reorganiza, dificuldades sexuais tenderiam a desaparecer. Questiona-se a medicação antiretroviral sobre causar disfunção sexual, e os significados atribuídos. Objetivamos avaliar as propriedades psicométricas do Inventário de Desejo Sexual (IDS-2) em pacientes de um Centro de Referência em DST/AIDS de São Paulo portadores de HIV/AIDS. O IDS-2 avalia o desejo sexual diádico e solitário. Estudamos 17 homens heterossexuais, de idades entre 27 e 60 anos, solteiros (65%) ou casados (35%). Tinham diagnóstico HIV positivo há mais de 05 anos (46%). Os resultados apresentaram o coeficiente de 0,83 para a consistência interna da escala total por alfa de Cronbach. Todos os itens relativos ao desejo diádico correlacionaram forte positivamente com escore total, entretanto não houve correlações significativas entre itens de desejo solitário com escore total. A associação entre os escores diádico e solitário permaneceu baixa (0,20). A média do escore total foi 55,00, para desejo diádico 45,50 e desejo solitário 9,50. Os resultados obtidos são favoráveis ao uso do inventário em pacientes portadores de HIV/AIDS. O bom índice de consistência interna forneceu credibilidade quanto sua precisão. Encontramos evidências de validade quanto ao construto “desejo diádico” pela associação com escore total, mas não para desejo o solitário. Essa constatação deve ser avaliada em outras amostras de pacientes portadores de HIV/AIDS. A média dos escores dos sujeitos ficou em baixa, mostrando baixa expressão do desejo sexual em pacientes portadores de HIV/AIDS.

 

Título:  O uso do Inventário de Desejo Sexual (IDS-2) em portadores de HIV/AIDS

Autores: Mônica Gonçalves de Melo Teixeira;  Ítor Finotelli Jr.; Oswaldo Martins Rodrigues Jr.

Palavras-Chave: inventário desejo sexual; desejo solitário; desejo diádico; desejo sexual; pacientes portadores de HIV/AIDS
Categoria: Trabalhos publicados em eventos científicos

 

Referência: Teixeira, M. G. M., Finotelli Jr., I., & Rodrigues Jr., O. M. (2009). O uso do Inventário de Desejo Sexual (IDS-2) em portadores de HIV/AIDS. Trabalho apresentado no XII Congresso Brasileiro de Sexualidade Humana. Anais do XII Congresso Brasileiro de Sexualidade Humana, Foz do Iguaçu, 65-65.

 


Psicoterapia Sexual® por Dinamicsite 2011 - 2017