Este estudo apresenta dados preliminares da pesquisa com a Escala de Autoeficácia Sexual-Função Erétil (SSES-E). Considera-se um consenso cientifico que a  resposta sexual humana é composta de três fases fundamentais: desejo, excitação e orgasmo.  Cada fase é responsável pelo desencadeamento de respostas fisiológicas e psicológicas e quando há comprometimento em uma delas, denominamos essa dificuldade de disfunção sexual. A SSES-E é um instrumento que avalia a resposta sexual em diversas situações sexuais. Composta por 25 itens utiliza o conceito de autoeficácia para mensurar as crenças no indivíduo acerca de sua capacidade em realizar tal comportamento e o grau de certeza (escala de 10 a 100). Participaram do estudo 178 homens (18–62 anos) com queixas de disfunções sexuais (111=disfunção erétil e 67=ejaculação rápida) provenientes de clínica psicológica especializada no tratamento das mesmas, localizada no município de São Paulo. Os resultados iniciais indicaram alta consistência interna da escala total. A análise fatorial exploratória por componentes principais com rotação varimax apresentou possibilidades de estruturas em dois, três e seis fatores. Sendo a estrutura de dois fatores mais ajustada com cargas fatoriais muito significantes (42% da variância total). O primeiro fator agrupou itens relativos à percepção, funcionamento e manutenção da ereção em práticas sexuais diversas, explicou 34% da variância. O segundo agrupou itens relativos às condições, motivações e atitudes frente ao funcionamento sexual, explicou 8% da variância. Os dois fatores correlacionaram-se moderados positivamente. Os resultados obtidos demonstram que a estrutura de dois fatores abre discussões para relevância de aspectos psicológicos da resposta sexual masculina, uma vez que o agrupamento dos itens apresentou significante distinção fatorial de aspectos físicos e psicológicos, além de sustentarem uma associação. Por meio da Teoria de Resposta ao Item, as próximas análises pretendem detalhar a estrutura encontrada, bem como sustentar outras evidências.

 

Título: Estrutura fatorial da resposta sexual pela Escala de Autoeficácia Sexual-Função Erétil

Autores: Ítor Finotelli Jr.; Ricardo Primi
Palavras-Chave: autoeficácia sexual; função sexual; comportamento sexual; disfunções sexuais
Categoria: Trabalhos publicados em eventos científicos

 

Referência: Finotelli Jr., I., & Primi, R. (2009). Estrutura fatorial da resposta sexual pela Escala de Autoeficácia Sexual-Função Erétil. Trabalho apresentado no IV Congresso Brasileiro de de Avaliação Psicológica. Resumo de Painéis, Campinas 268-268.


Psicoterapia Sexual® por Dinamicsite 2011 - 2017