Escala de Autoeficácia Sexual–Função Erétil é um instrumento que avalia a função sexual em diversas situações sexuais. Composta por 25 itens utiliza o conceito de autoeficácia para mensurar as crenças masculinas sobre sua capacidade na realização de comportamentos sexuais, em nível de medida de 10 a 100 pontos. O objetivo deste estudo foi avaliar evidências de validade de construto da escala, por intermédio de análise fatorial. A amostra por conveniência foi composta por 175 pacientes com queixas sexuais masculinas, cuja média de idade foi 35 anos (DP=9,24; Min=18; Max=62); destes, 42% eram solteiros, 46% casados, 12% separados; a escolaridade predominante em 83% era superior completo. Os dados coletados foram submetidos à análise fatorial exploratória e precisão. A fatorabilidade foi confirmada pela matriz de correlação, índice de adequação da amostra e teste de esfericidade de Bartlett. A extração por componentes principais com rotação varimax sugeriu dois fatores com autovalor>1,5, capazes de explicar 43,01% da variância. Também foram critérios para extração o teste visual e retenção de três itens com cargas iguais ou superiores a 0,4. A consistência interna por alfa de Cronbach estimou precisão em 0,91, os fatores permaneceram entre 0,92 e 0,77. Os resultados apresentaram duas dimensões capazes de explicar o construto, denominadas de Obtenção da Ereção e Manutenção da Ereção. Tais dimensões são mencionadas em estudos internacionais sobre a função sexual, em que diferenças foram encontradas entre os mecanismos de obtenção para mecanismos de manutenção da ereção. Novos estudos serão empregados para avaliar essa evidência em populações não-clínicas.

 

Título: Análise fatorial da Escala de Autoeficácia Sexual Função Erétil em pacientes com queixas sexuais

Autores: Ítor Finotelli Jr.; Cláudio Garcia Capitão
Palavras-Chave: autoeficácia sexual; disfunção erétil; ejaculação precoce; análise fatorial; instrumentos de medida; evidências de validade
Categoria: Trabalhos publicados em eventos científicos

 

Referência: Finotelli Jr., I., & Capitão, C. G. (2010). Análise fatorial da Escala de Autoeficácia Sexual Função Erétil em pacientes com queixas sexuais. Trabalho apresentado no III Congresso Brasileiro Psicologia: Ciência e Profissão. Anais do III Congresso Brasileiro Psicologia: Ciência e Profissão, São Paulo.

 


Psicoterapia Sexual® por Dinamicsite 2011 - 2017