A Escala de Satisfação Sexual Feminina (SSS-W) compreende um inventário composto por 30 itens distribuídos em cinco domínios distintos que avaliam a satisfação feminina em aspectos sexuais. Um estudo de tradução e adaptação da escala foi realizado no Brasil, todavia não contemplou evidências baseadas na estrutura. O presente estudo teve como objetivo avaliar evidências de validade de construto, por intermédio de análise fatorial, além dos índices de precisão da SSS-W. Compôs a amostra 150 mulheres providas de universidades de três diferentes estados. As idades variaram entre 18 a 60 anos (M=26,25; DP=8,66), sobre relacionamento atual, 31,9% afirmaram conviver com alguém, 39,7% namoram e 28,4% estão sem relacionamento, no tocante a orientação sexual, 90,5% são heterossexuais, 7,8% homossexuais e 2,1% bissexuais. Os dados coletados foram submetidos à análise fatorial exploratória e precisão. A fatorabilidade foi confirmada pela matriz de correlação, índice de adequação da amostra e teste de esfericidade de Bartlett. A extração por componentes principais com rotação varimax sugeriu cinco fatores com autovalor>1,5, capazes de explicar 63,56% da variância. Também foram critérios para extração o teste visual e retenção de três itens com cargas iguais ou superiores a 0,4. A consistência interna por alfa Cronbach estimou a precisão da escala em 0,93, os fatores permaneceram entre 0,75 a 0,92. A estrutura fatorial encontrada corrobora as dimensões publicadas no estudo de construção e validação da escala. Tal estrutura apresenta adequados índices de precisão. Espera-se que a SSS-W seja um instrumento que auxilie profissionais clínicos na avaliação quanto à satisfação sexual feminina.

 

Título: Escala de Satisfação Sexual Feminina em amostra universitária: estrutura fatorial e consistência interna
Autores: Oswaldo Martins Rodrigues Jr.; Ítor Finotelli Jr.;  Marilandes Ribeiro Braga

Palavras-Chave: satisfação sexual; satisfação conjugal; instrumentos de medida; sexualidade feminina; evidências de validade

Categoria: Trabalhos publicados em eventos científicos

 

Referência: Rodrigues Jr., O. M., Finotelli Jr., I., Carvalho, M., & Braga, M. R. (2010). Escala de Satisfação Sexual Feminina em amostra universitária: estrutura fatorial e consistência interna. Trabalho apresentado no III Congresso Brasileiro Psicologia: Ciência e Profissão. Anais do III Congresso Brasileiro Psicologia: Ciência e Profissão, São Paulo.


Psicoterapia Sexual® por Dinamicsite 2011 - 2017