Sim. Há situações que impendem a continuidade do atendimento. As mais comuns são as expectativas irreais que afastam qualquer possibilidade concreta de realização, a crença de que os problemas se resolverão somente pelas conversas no consultório, a não vinculação entre o profissional e o paciente, a inflexibilidade com o novo, a indisponibilidade do paciente durante o processo, entre outras.


Psicoterapia Sexual® por Dinamicsite 2011 - 2017