O desenvolvimento da Psicologia Clínica é possibilitado uma vez que, mais de um pesquisador tenha acesso a um determinado material clínico, o que possibilita diferentes contribuições em torno desse material, viabilizando um acúmulo de conhecimento. A necessidade de uma reprodução fidedigna do contexto psicoterápico tem favorecido o desenvolvimento de instrumentos de medidas que permitam um melhor acompanhamento das interações terapeuta-paciente e uma análise intensiva deste processo. Assim, este estudo pretende compreender o contexto do processo de Psicoterapia Breve Psicodinâmica de caso único, atendido na Clínica de Psicologia da PUC-Campinas; que aceitou participar voluntariamente da pesquisa.  Será examinado como o progresso ou estagnação da mudança almejada se relacionam com a maturidade dos mecanismos de defesa apresentados pelo paciente ao longo do processo e em relação aos resultados obtidos. Com base na transcrição do processo, , gravada em áudio e vídeo, será avaliada cada sessão com a Escala Rutgers de Progresso em Psicoterapia – RPPS (Rutgers Psychotherapy Progress Scales) concebida para identificação de progresso e de estagnação em processo de Psicoterapias Psicodinâmicas estes resultados serão cotejados com os Mecanismos de Defesa utilizados pelo paciente, avaliados através das Escalas de Avaliação dos Mecanismos de Defesa – DMRSs (Defense Mechanism Rating Scales). As avaliações da RPPS e DMRSs deverão ser precedidas da obtenção de acordo entre dois juizes independentes (kappa ≥ 0,40). Para tanto serão treinados para atuarem como juizes dois bolsistas IC. Para a avaliação da qualidade dos resultados da psicoterapia será empregada a Escala de Resultados – ER que indicará se ao final do processo o paciente encontra-se melhor, pior, ou inalterada em relação ao conflito focal. Os resultados serão submetidos à análise descritiva exploratória e apresentados em termos de freqüências relativas, gráficos de barras, médias, moda, dispersão e correlações por postos de Spearman (rho).

 

Título: Progresso e estagnação em psicoterapia breve e maturidade dos mecanismos de defesa
Autores: Ítor Finotelli Jr.; Elisa Medici Pizão Yoshida
Palavras-Chave: mudança em psicoterapia; análise intensiva de processo psicoterápico; estudo de caso único
Categoria: Trabalhos publicados em eventos científicos

 

Referência: Finotelli Jr., I., & Yoshida, E. M. P. (2005). Progresso e estagnação em psicoterapia breve e maturidade dos mecanismos de defesa. Trabalho apresentado no X Encontro de Iniciação Científica & II Semana Científica, Tecnológica e Artística. PROPESQ, Campinas, 147-147.


Psicoterapia Sexual® por Dinamicsite 2011 - 2017