Na maioria das vezes, é evidente para o próprio indivíduo que ele está com problemas sexuais. A dificuldade em manter uma vida sexual satisfatória, as falhas recorrentes na ereção, lubrificação e no orgasmo, a ausência de desejo sexual, ausência de controle ejaculatório, os medos, receios e ansiedades durante as atividades eróticas, a fuga do contato sexual, as dores e dificuldades na hora da penetração, as dificuldades de lidar com a orientação sexual, as sensações de fracasso eminente, a falta de confiança sexual, além de outras dificuldades no relacionamento são sintomas frequentemente vividos por indivíduos com disfunções sexuais. Identificar esses sintomas e até descobrir suas causas não é sinônimo de solução, mas é o primeiro passo para buscar ajuda.

 

psicoterapia sexual é uma atuação clínica específica para lidar com esse tipo de problema. Ela oferece subsídios para que o indivíduo possa perceber como ele lida com o prazer sexual, com o seu próprio corpo e mente, e como interage nos relacionamentos interpessoais, inclusive nas relações mais íntimas.

 

Esse tipo de atendimento psicoterápico é focado na queixa sexual trazida pelo indivíduo e pode ser realizado no formato individual e/ou de casal.  A singularidade de cada caso é avaliada, para que seja possível criar uma perspectiva de tratamento. As etapas seguintes variarão conforme a evolução de cada processo, caminhando para a solução do problema e o encerramento dos atendimentos. Os resultados não se restringem à melhoria do desempenho sexual, interferindo no bem-estar e na saúde do indivíduo, sendo as atividades sexuais e a sexualidade partes integrantes de um todo. Por isso, a saúde sexual é reconhecida pela Organização Mundial da Saúde como um componente fundamental da saúde geral, um aspecto legítimo e central da saúde.
 


Psicoterapia Sexual® por Dinamicsite 2011 - 2017