Na literatura das disfunções sexuais a depressão é um componente psicológico causal dessas dificuldades. O Inventário Beck de Depressão (BDI) é uma escala de auto-relato que descreve a intensidade dos sintomas da depressão, distribuídos em 21 grupos de afirmativas que variam de zero a três pontos (0=mín de depressão; 3=máx de depressão ). O escore total é obtido pela soma das pontuações dos itens e varia entre 0 e 63, sendo descrito pelos pontos de corte: mínimo 0–11; leve 12–19; moderado 20–35 e grave 36–63. O presente estudo tem por objetivo avaliar o grau de depressão em pacientes com queixas sexuais. Os dados apresentados correspondem à aplicação realizada a uma amostra de 176 sujeitos, atendidos em clínica de psicologia e sexualidade (140 homens e 36 mulheres), com média de idade de 35 anos (DP=9,41; mín=18 anos; máx=62 anos), dos quais 37,5% solteiros, 52,8% casados, 9,1% separados e 0,6% viúvos; com escolaridade nível superior completo em 73,6% da amostra. Todos os sujeitos apresentavam queixas sexuais: 50,6% disfunção erétil, 29,9% ejaculação rápida, 8,5% inibição de desejo sexual, 5,1% vaginismo, 5,1% anorgasmia e 1,7% inadequação sexual do casal. Os resultados demonstram que a média dos escores dos sujeitos foi 13,16 (DP=11,16), sendo para homens 13,09 (DP=8,13) e mulheres 13,44 (DP=9,61). Ao considerar as médias por queixas sexuais foram encontrados: disfunção erétil 13,52 (DP=8,28); ejaculação rápida 12,35 (DP=7,89); inibição de desejo sexual 13,33 (DP=7,44); vaginismo 13,44 (DP=9,46), anorgasmia 8,89 (DP=9,10) e inadequação sexual do casal 27,67 (DP=11,93). A maioria dos homens da amostra encontra-se em “mínimo” para o grau de depressão (x2(3)=77,66; p<0,001). A amostra feminina também demonstrou tendência semelhante (x2(3)=21,11; p<0,001). Em relação à análise de consistência interna (α Cronbach), os resultados demonstram para escala total 0,84, sendo para homens 0,86 e mulheres 0,84 os índices de precisão. Os dados apresentados demonstram um panorama da média dos escores da população clínica com queixas sexuais similares as médias encontradas em populações médico-clínica e não clínica. Ainda revelam apropriados índices de consistência interna ao apresentar boa precisão na avaliação do grau de depressão dessa população. Destaca-se que futuros estudos são necessários para distinguir os principais sintomas segundo o instrumento, característicos de homens e mulheres com queixas sexuais, bem como suas queixas em questão.

 

Título:  Avaliação de depressão em amostra de pacientes com queixas sexuais por meio do Inventário Beck de Depressão (BDI)

Queixas sexuais Inventário Beck de Depressão BDI

Autores: Oswaldo Martins Rodrigues Jr.; Fernanda Robert de Carvalho Santos Silva; Elaine Cristina Catão; Ítor Finotelli Jr.; Diego Henrique Viviani
Palavras-Chave: inventário beck de depressão; depressão; disfunções sexuais; disfunção erétil; ejaculação precoce
Categoria: Trabalhos publicados em eventos científicos
 

 

Referência: Rodrigues Jr., O. M., Silva, F. R. C. S., Catão, E. C., Finotelli Jr., I., & Viviani, D. H. (2008). Avaliação de depressão em amostra de pacientes com queixas sexuais por meio do Inventário Beck de Depressão (BDI). Trabalho apresentado no IX Congreso Sul-Brasileiro de Urologia. Revista Terapia Sexual, Porto Alegre, 113-115.

 


Psicoterapia Sexual® por Dinamicsite 2011 - 2017