Não. Mesmo que as disfunções sejam as mesmas para os indivíduos, ela se organiza de forma diferente para cada um. Além disso, a sexualidade não funciona simplesmente como um exercício ou como um reflexo dos eventos externos. Seguir essas orientações agrava o problema e provoca a descrença de que ele possa ser resolvido.


Psicoterapia Sexual® por Dinamicsite 2011 - 2017